Seria Wellington Menezes de Oliveira também uma vitima?

 

 

Se você acha que Wellington Menezes é assassino, psicopata, monstro, animal e qualquer outra alcunha pejorativa, convido você leitor a uma reflexão.

Não a dúvidas sobre a atrocidade do ato, mas ainda existe uma dúvida, ao menos para mim,  e gostaria de instiga-la também em você, caro leitor:

Seria Wellington Menezes também uma vitima?

O que levou a um ser humano cometer esse ato? Porque ele escolheu cometê-lo?

Bem, para começar, eu não escolho lados, sendo que pretendo ser totalmente imparcial e não olhar por nenhuma ideologia, politica, linha de pensamento ou etc. não estou do lado do assassino e nem das vitimas. Estou do lado da humanidade, e humanidade tão somente.

Primeiramente, Wellington tinha distúrbios mentais genéticos, herdados de sua mãe biológica, e distúrbios mentais psicológicos, que os adquiriu durante a vida. Com uma mente fragilizada, qualquer crença ou ideologia é facilmente introduzida no caráter da pessoa, a moldando como um boneco de corda, basta então torcer um pouco para que ele saia andando.

Wellington foi uma vitima das circunstancias, da sociedade, da humanidade. Em matéria publicada no portal Terra, o psicólogo Alexandre Passos, que atua há 20 anos no tratamento de doentes mentais na rede pública do Rio disse:

“O mais importante a ressaltar neste momento é que o Wellington não é apenas um monstro. Essa visão apazigua a sociedade. Todas as questões são centradas nele, mas o fato, a rigor, é que ele era um doente mental sem tratamento. Faltou um olhar em direção a vários sinais que ele vinha emitindo desde a infância e a adolescência, como introversão e isolamento pessoal”

Ele disse uma coisa que é o centro da maleficência que o brasileiro impôs sobre o rapaz “Essa visão apazigua a sociedade” imaginá-lo como um monstro, assassino, pscicopata, cretino, possuído pelo capeta, é bem mais fácil que procurar entender o ser humano que uma vez existiu e era conhecido por Wellington Menezes.

Eu ressalto, torno a falar, o ser humano. Era isso que ele era e entendia muito bem sua situação, como disse em sua carta. Era um ser humano afetado pela sociedade opressora em que vivemos, onde a igreja cristã praticamente força os ensinamentos e dogmas de sua religião goela a baixo em todos nós, onde a mídia simplesmente se esforça para manter essa imagem, esse credo.

É bem fácil apontar o dedo, “julgar o próximo”. Dizer “aquele é o vilão”. Isso é besteira. Ele não é vilão, ele é uma consequência. O verdadeiro vilão está nas raízes de seus problemas, de seus sentimentos mal resolvidos, de seus problemas, de tudo que sentia e que ninguém compreendia. Da sociedade que se tornou uma  “violência tornada louca”, como disse Edgar Morrin, e do senso comum maldoso, mesquinho, que atira pedras na primeira chance, julgando sem pensar ou analisar os fatos.

Usando as palavras de Pedro Porfírio :

Sejamos razoáveis: esse inusitado massacre numa escola pública do bairro proletário de Realengo é a erupção de um tumor nesse organismo social fragilizado por uma metástase de hipocrisia e mistificação.

Como disse anteriormente, uma mente fragilizada, ao ser exposta (e imposta) por uma visão de credo com pastores e padres bravejando e pregando com tamanha dedicação, logo se deixa levar e aceita aquilo como verdade, a verdade absoluta da bíblia, levando ao modo literal todas as letras ali escritas. Voltando as palavras de Pedro Porfírio:

Não há dúvida que, pressionado pela condição de filho adotivo provavelmente discriminado pelos irmãos, cuja mãe biológica tinha problemas mentais, e possuído de um certo complexo de rejeição, ele acabou sofrendo influências da pregação  evangélica, que ocupa grandes espaços na televisão e no rádio, oferecendo todo tipo de cura para todo tipo de problema.”

Não seria o primeiro, afinal, quantos inocentes foram mortos na “santa inquisição”, aonde pessoas matavam em nome de Deus?

Tendo isso em mente, partimos agora para o que eu considero o verdadeiro “vilão”:

A sociedade.

Não? Imagine se tivéssemos duas pessoas exatamente iguais, com exatamente os mesmos problemas, criadas em duas famílias completamente diferentes, uma com o fanatismo religioso e violência televisiva, e outro com liberdade de pensamento e educação visando misericórdia, bondade e fraternidade. O que aconteceria com cada um deles? Podemos ter uma idéia, fazendo uma rápida imagem mental de cada um, tomando como base Wellington.

Nossa sociedade é tão voltada ao ódio, a raiva e a violência, que na rede social “Orkut”, onde a massa do “povão” entra na inclusão digital,  que eu mostro isso a você para que pare e reflita, uma noticia também do portal Terra:

“Em menos de 24 horas, cerca de 80 comunidades foram criadas com a foto e com o nome do atirador. Na descrição delas, palavras de ódio, como “Vai arder no inferno” e “Que sua alma queime diante do CAPETA! Que seu descanso seja eterno NAS CALDEIRAS DO INFERNO. Que seja feita a vontade de milhões e milhões pessoas”, além de xingamentos.

Em meio as dezenas de comunidades hostilizando o atirador, uma destoava. Criada para defender o assassino, a “Wellington será perdoado” – cuja autora dizia em seu perfil a frase “Eu sei o que você sentia”-, despertou ainda mais revolta entre usuários do Orkut. Até o fim da tarde desta sexta-feira (8), entretanto, contava com 34 membros.”

Todos os noticiários agora mostram aquele ser humano como um monstro, um animal. Jornalistas formadores de opiniões, com trezentos diplomas, agora instigam a população a esse pensamento, a ver tudo de um só prisma, daquele mais fácil. A coisa mais fácil é alimentar a raiva e o ódio do ser humano, enquanto o perdão e o amor é bem mais difícil. Em vez da Dilma ficar falando as mesmas besteiras de sempre e o mesmo showzinho sensacionalista, porque ela não dá mais apoio a saúde mental do povo brasileiro? Usando agora uma frase da música “Até quando” do Gabriel o pensador “A programação existe pra manter você na frente, na frente da TV, que é pra te entreter, que é pra você não ver que o programado é você.

Eu li uma barbaridade, dentre tantas outras, que não deveriam acolher nada do que ele dizia na carta, mas eu já penso o contrário. Ainda que seus atos sejam monstruosos, vejo em seus desejos nada mais que bondade e o desejo que todo filho tem de ficar com sua mãe. Repito, vejo em sua CARTA, não em seus ATOS.

Outra barbaridade é essa, que foi também posta no portal Terra, e que levantou um ótimo ponto para essa discussão:

“- Monstro! Tantas crianças com sonhos e agora estão mortas! Penso na tristeza de suas familias… Algumas escaparam da morte Graças a DEUS… Mas há quem não sobreviveu… O luto de todo país! – diz uma das comunidades.”

Ignorando a mensagem inútil (como eu disse, vou ser imparcial, sem criticar a religião de ninguém) a ultima frase me chamou a atenção como fogos de artificio na virada do ano, o luto de todo país!

Hipócritas. Claro que são. Estão de luto pelos mortos no Iraque? Afeganistão? Líbia? Todo oriente médio? Japão? Haiti? Não? Então são hipócritas. Muito mais morte, mais sofrimento, mais tristeza, muito mais injustiça e vocês não estão de luto. Estão de luto pra aparecer no Orkut que agora você está de luto, para “curtir” o luto no facebook e assim por diante.

Por fim, gostaria de deixar claro que não estou do lado de ninguém, mas luto para que a humanidade abra os olhos de uma vez, perceba a sociedade doente em que se submete, ao comportamento doentio que nos acostumamos a seguir todos os dias, ao comodismo de pegarmos todas as informações mastigadas da mídia e acatar como nossa opinião, nosso ponto de vista.

Reflitam.

105 pensamentos sobre “Seria Wellington Menezes de Oliveira também uma vitima?

    • Eu sou o Weligton em versão feminina, mas no meu caso não mataria crianças e nem me suicidaria, mas com certeza vivo pertubada como ele viveu.

      • Bom Simone,

        Espero de coração então que busque ajuda para que possa melhorar sua vida e encontrar a paz e a felicidade. Se você se sente assim, o melhor é procurar uma terapia e seus amigos.

        Não precisamos enfrentar nossas lutas sozinhos.

  1. Nossa vc pensou algo q chamais conseguiria ter pensado ou melhor nao com essas palavras. eu por ser muito critica sempre vejo os dois lados, o lado q ninguem ve. foi o q vc fez e acredito q se a sociedade vesse nao entederia nao digo todos mais a maioria. eles so ve o obvio, dizem: q é uma catastrofe e sei la quantos mais adjetivos. porem nem deve procurar e entender o outro lado. é uma pena q pessoas criticas e que veem o outro lado sejam consideradas como loucas ou ate mesmo apoiador do q aconteceu.
    esta evidente q ele nao estava bem. deis de muito tempo, porem porq ninguem conversou com ele? perguntas q nao tem resposta. a sociedade so sabem acusar e mais nada. eles estao todos alienados, vivem alienados e isso é uma seria doença q precisa de tratamento.

    a publicação foi a melhor q li a dezoito anos olha q eu so tenho dezoito anos… obrigada pela sua contribuição!

    • Fico lisonjeado por seu comentário, e também feliz em saber que pude abrir um novo horizonte de pensamento para você. Assim quem sabe, nem que seja de um por um, consigamos pessoas suficientes para mudar essa situação.
      Porque quando a gente muda, o mundo muda com a gente.

  2. adorei o que vc escreveu e concordo plenamente com tudo. no dia em que wellington marcou a historia do brasil eu fiz igual todos fizeram e continuam fazendo mais no dia seguinte parei e pensei igual vc. ele também foi uma vitima igual a todos aqueles adolecentes. ele precisava de socorro e quem foi por ele? -ninguém. não apoio o ato dele. mas a sociedade e ainda pior e mais cruel do que ele eu me enojo em saber quem somos e me entristeço em saber que temos uma sociedade tão desumana e estúpida. vc esta de parabéns por pensar assim. obrigada eu procurava alguém que defendesse esse jovem. vamos deixar tudo nas mãos de DEUS pois ele sabe quem merece ou não seu perdão.

    • Realmente Janaina, esse é o ponto. A sociedade não pode continuar doente como está, precisa de tratamento com remédio tarja preta.
      Mas a sociedade, desumana e estúpida, foi criada e mantida por nós, seres humanos, então cabe a nós mesmos construir uma sociedade melhor para que nenhum outro ser humano venha a ter o mesmo destino dele e das crianças.

  3. O melhor texto que já li sobre o Wellington Menezes…

    Também fiquei indignado com tanta gente que acredita estar do lado do “bem e da vida”, xingar e desejar todo o mal possível para o Wellington!

    Querem ensinar a não matar, matando…

    • Esse é um ponto importante, ensinar a não matar, matando.

      Imagine uma pessoa totalmente influênciavel, com a mente fragilisada, lê a bíblia e seus trechos sangrentos e violentos. Como fica essa pessoa?

      Aí a mídia faz o favor de continuar focando, todos os dias, na violência, ao invés de promover uma solução.

  4. Gostei mto do que vc escreveu. Desde que eu soube o que o Wellington tinha feito, fiquei pensando que tipo de pessoa ele teria sido para fazer um ato tão grave. Em como teria sido a vida dele até aquele momento, como ele se sentia, se tinha família, amigos…E então as cartas vieram à tona, e eu me deparei com um ser humano tão sozinho e tão desesperado para ser aceito, amado…fiquei confusa pois a única coisa que conseguia sentir por ele era pena, enqto a maioria das pessoas passaram a odia-lo sem tentar ao menos se colocar no lugar dele pelo menos por um segundo. Sei que seu comentário foi imparcial mas é bom saber que alguém mais consegue perceber que ele também foi uma vítima. Parabéns.

    • Obrigado pelo comentário.
      O problema é que, hoje em dia, o povo está muito acostumado a pegar as informações mastigadas que a mídia impõe e tomá-las como verdade.
      Um senso crítico é necessário para formar sua própria verdade.
      Fiquei feliz com o resultado desse post, imaginei que receberia apenas mensagens de ódio, mas pelo contrário, encontrei várias pessoas que compreendem o outro lado.

  5. Wellington Menezes de Oliveira esse menino não matou ninguém na verdade as pessoas mortas é que foram as responsáveis por esse episodio.
    Se quiserem punir alguém punam os pais dessas crianças por não terem as educados.
    Hoje os pais só se preocupam em ganhar dinheiro e deixam seus filhos se auto-educarem nas ruas e assistindo desenho animado.
    Ai vemos essa geração de monstrinhos que não tem caráter não respeito ninguém só sabem humilhar os inocentes para serem populares.
    E ai essa sociedade hipócrita criminaliza as vitimas e inocento os agressores de toda a culpa.
    E por isso vamos ver muitos outros massacres, pois, a perseguição é mais grave que o homicídio.

    • Não diria exatamente que ele não matou ninguem ou que as pessoas mortas foram as responsáveis, mas concordo com essa sua ideia de “geração de monstrinhos”, o que podemos ver claramente nas crianças que não tem a educação certa e se tornam pequenos carrascos nas escolas primárias, onde torturam os mais fracos e trazem humilhação e dor as outras crianças.

      • isso é verdade , por mas que essas crianças não foram exatamente as responsáveis, mas sim , eu concordo com a linha de raciocínio dele , pq o que vemos hoje são pequenos ”brasileirinhos” sementinhas do mal dentro de escolas públicas ou em qualquer escola ,que gostam de ser pequenos carrascos e humilhar os que não podem se defender , e isso não é só nas escolas , nas igrejas também , e falo mas esse falso amor ao próximo que as pessoas pregam , ou seja qualquer forma de amor, que as pessoa expõem em sites de relacionamentos para ganhar os benditos ”likes” essas mesmas pessoas hipócritas não são assim na vida real, e sim pequenos torturadores covardes !!! abraços

  6. Concordo com sua linha de raciocício, embora tbm esteja indignada e muito triste com o sofrimento das famílias das vítimas. Mas tenho sofrido mto pelo Wellington tbm, pq vemos claramente que era uma pessoa muito doente, sozinho, não recebeu ajuda nem dos familiares. Até sua doença chegar ao ponto que chegou. Fiquei muito triste ao ver uma entrevista que um dos irmãos dizia que a familia ia deixar ele ser enterrado como indigente, q ele tinha sido um monstro e tal. Daí ja podemos tirar como era o tratamento da familia com ele. Nnguem ligava pra ele. Só discordo de voce num ponto, qdo voce cita “Imagine uma pessoa totalmente influênciavel, com a mente fragilisada, lê a bíblia e seus trechos sangrentos e violentos. Como fica essa pessoa?” A bíblia não tem culpa de nada, tanto que ele cita muito o alcorão, que acredita que Maomé é DEUS, e não Jesus Cristo…aí quem está fazendo o julgamento errado é voce ok.

    • Adriana, dei exemplo da biblia por ela ser o livro sagrado adotado pela religião predominante do Brasil. E seus textos tem sim tanto amor e misericordia, como vingança, odio e derramamento de sangue.

      Em nenhum momento disse que Wellington usou o que leu na biblia para os assassinatos, nada disso. Apenas deu um exemplo simples e lógico, a julgar o tamanho da força de pregação e repetição que a mídia e a população se esforça para intensificar.

  7. desde da primeira vez que vi a foto de Wellington meu coração sentiu que ele não era um monstro ninguém percebe o que realmente esta acontecendo as pessoas estão doentes de suas almas estão fracas e isso é um prato cheio para satanas o livro de apocalipse esta se cumprindo muito sangue de inocentes serão derramado eu so peço a DEUS misericordia pela vida dele e por todos nos…

    • Também não acredito ser culpa de “Satanás” ou alguma força maléfica.
      Se tem algum culpado, ao meu ver, é o próprio homem e sua criação, a sociedade.

  8. Fala-se muito em 12 brasileirimhos que se foram. assassinados pela mente doente de um homem. E a IMPRENSA, e POLITICOS esquecem de outro milhares de brasileirinhos e brasileirinhas tornados escravos do crack do tráfico, prostituidos nos garimpos e obras do PAC na Amazonia, feitos escravos no trabalho infantil. E muitos morrem , também assassinados pela sociedade perversa.
    Parabéns pelo texto. O melhor que já li.

    • Verdade José Mauro. É como eu disse, você vê dezenas de comunidades nas redes sociais, dizendo que estão de luto, que o Brasil está de luto.
      Mas se for assim, porque ninguem vê comunidades como “Luto: Vitimas do Crack” etc?

      Isso é porque é “moda” estar de luto pelas vitimas de Wellington.

      A sociedade precisa de um despertar intelectual, e rápido!

  9. concordo com todo o texto mencionado acima, acredito que wellington foi vitima de muitas pessoas da nossa sociedade, porem ele nao soube expor a sua auto-defesa a tantas humilhaçoes sofridas e qdo ele colocou para fora atingiu pessoas inocentes que nada tinha a ver com o seu sofrimento suprimido em seu coraçao.
    o ato praticado por ele em tese e uma reflexao a sociedade a aprender a educar seus filhos nao aprovando ou incentivando ataques verbais ( tipo bulling infantil) a educaçao dos jovens de hoje para minha e totalmente oposta, na minha epoca eu conhecia minha mae so pelo olhar, hoje os pais sao notificados de atos ou delitos de seus filhos e ainda brigam com o professor ou terceiros em defesa do filho, mesmo a conduta da criança ou jovem estando errada.
    quando criança fui vitima de bulling no meu colegio e ate mesmo pela minha familia acredite… porem dei a volta por cima mostrando a todos atraves do meu sucesso profissional e educacional.
    mas nem todos tem um amparo familiar como eu tive e nem a ideia veemente de superar e crescer apenas crescer.
    hoje recebo admiraçao de todos e cada vez mais supero e supero cada obstaculo.

    • Bulling é um caso severo, que trás consequencias gravissimas. E parece que quem só entende, é quem já sofreu.

      Já vi vitimas e já fui uma, algumas vezes. O que os institutos de educação parecem esquecer é que a criança é um boneco de argila sem forma, que a cada carinho ou pancada, vai se moldando. Ele pode ficar lindo ou cheio de buracos, mas a educação hoje se importa? Não, apenas em passar o conteudo da matéria e dizer que é ensino.

      No dia que a escola preparar a criança para a vida, aí sim, eu vou chamar de escola.

  10. Bom dia Demetrios!
    Que bom ler um pensamento diferente na net sobre este caso que é triste mas tão somente um foguete que está explodindo hoje a daqui há alguns dias cairá no esquecimento do povo como tantos outros. O que realmente necessita ser avaliado é o comportamento dos seres humanos em todas as situações da vida, comportamento esse em grande parte cercado de materialismo e desinteresse pelos sentimentos de todos.
    A causa desse e de tantos outros fatos dolorosos que nos envolvem é esse capitalismo que domina nossa sociedade onde o Ser não é valorizado. Quando nos propormos a viver com naturalidade e simplicidade tendo como ídolos seres como Gandhi, Chico Xavier, Madre Tereza de Calcutá, … com certeza esses fatos desaparecerão da sociedade terrena.
    Um abraço,

    • A sociedade se esqueceu o que é amor, fraternidade, esqueceu a real ideia de sociedade.

      Mas isso está mudando, aos poucos. Só de saber que nesse post desse blog, tantas pessoas pensam da mesma forma, já me deixa saber em feliz que existem mudanças, e que elas estão ocorrendo.

      Posso não estar vivo quando a sociedade se tornar o que a útopia sonha, mas ao menos, sei que os outros aproveitaram dessa paz.

  11. Concordo plenamente em tudo que falou!!!
    Ah se todos vissem essa situação e tantas outras desse modo, com essa visão e não apenas julgando, condenando…E o mais revoltante é que na TV e outros meios da comunicação só mostram o lado “o atirador” , nem ao menos questionam seus devidos problemas.É lamentável conviver com isso, com pessoas alienadas!!Sinto muito pelas vítimas, mas acho uma injustiça o que falam nas redes socias, na Tv, na internet…Bom parabéns pelo texto, e vamos pedir muito a Deus mais amor, que acho que é o que falta nos corações da nossa humanidade!!

    • O problema não é nem a notícia em si, mas a forma como é passada ao brasileiro.
      Simplesmente dizem as palavras “assassino” “polêmica” “vitima” e é claro “terrorismo”.

      De que adianta, continuar tentando dar motivos, porques e lutos, sendo que a real necessidade é impedir que isso ocorra novamente?

      • Quando falei da noticia, falo do modo que ela é repassada mesmo!
        Verdade, de que adianta??
        Só se preocupam em falar que “o mostro”, “o psicopata”, “o assassino” …
        Sendo que na verdade ele só precisa de amor, atenção, de uma FAMÍLIA, e concerteza nada disso teria acontecido.
        Nossa aquela reportagem do brasileiro que mora na Bélgica, que havia falado com ele algumas vezes, a parte que mais me doeu foii a que ele falou que no révellion Wellington estava chorando muito, dizendo que “estava se sentindo muito sozinho” e outra parte ele diz que o cara lá tinha muita sorte por ter uma família, e ele não tinha ninguém…
        Meu Deus é claro e evidente os problemas que esse rapaz estava enfrentando, e a fragilidade o ajudou ainda mais a entar “em um “beco” sem saída”.

      • Exatamente Mayara, mas você acha que é legal falar disso na televisão ou é melhor dizer que ele é um assassino? Qual o mais facil e lucrativo?

        Pelo menos, com consciência, podemos tratar bem nossos semelhantes, para que isso não se repita.

  12. Concordo plenamente contigo. A impressa soh fala em tragedia, massacre, que ter sofrido bullying nao justifica, enfim… Mas ninguem fala da essencia desse caso e voce foi o primeiro que eu li a comentar. Esse individuo era mal amado e nunca descobriu o que era o amor. Ele tinha problemas realmente. Quando a gente conhece o amor, a gente tem amor proprio principalmente, o que esse rapaz triste nao tinha. O olhar dele chega a me dar agonia de tao triste. Esse caso, como muitos outros que vem acontecendo no mundo.. vem chamando a minha atencao para os problemas sociais.. que sao um desafio para serem encarados.

    • Verdade, e desafios esses que normalmente nem temos ajuda para encarar. Usando uma frase de Gabriel o pensador “Se crescer já é dificil, crescer sozinho é mais”

  13. Eu penso exatemente como você! É estranho, eu tentei comentar a minha opinião a respeito disso tudo com as pessoas e elas me massacraram, nem me deixaram concluir. Não acho que Wellington é monstro ou algo demoníaco como as pessoas falam, ele é vítima sim, vítima dessa sociedade doente em que vivemos. Sou estudante de jornalismo e tive acompanhando todo o noticiário. Nas cartas que ele escreveu me fez pensar muito, algo que me chamou atenção foi a preocupação dele com a casa, ele queria que fosse destinada para alguma instituição para cuidar de animais abandonados. Para e pensa! Outra coisa foi o “bullyng” que ele sofreu no colégio (não justifica o que ele fez), mas isso me dói por dentro só de imaginar, eu já sofri bullyng e posso dizer que é a coisa mais horrível. Eu tive um apoio muito grande pra me curar dessa ferida e hj não tenho ressentimento nenhum, mas e ele??? Ele nunca teve um amparo…o cara precisava de ajuda, era só isso.

    • Para e pensa. É isso que deve ser feito nesses casos, mas como você mesmo pode notar, as pessoas preferem seguir a maré de odio e desavença, gerar ainda mais raiva no povo brasileiro, como se isso fizesse algum bem a nação.

      Muito se fala em bullyng, ainda que esse motivo não tenha sido o principal, ele aumentou ainda mais a fraqueza mental dele.

  14. Me dá um enorme alívio saber que ainda existem pessoas que conseguem realmente pensar por si próprias! O post está muito bom, a forma como você mostrou o seu ponto de vista, os argumentos usados, simplesmente brilhante. Eu concordo com tudo o que foi dito. Precisamos contestar as informações que nos são dadas, precisamos lutar contra a falta de contestação, comodismo e ignorância que assolam as sociedades modernas.

    Parabéns.

    • E me dá um alivio tambem, Filipe, ao ler os comentários e ver que uma porção de pessoas já não está tão alienada e consegue pensar por eles mesmos.

      Espero de coração, que um dia, todos nós possamos pensar dessa forma.

  15. Bem meu amigo, gostei muito de seu texto, e admiro pessoas que “pensam” realmente nos fatos. E realmente são poucas.

    Agora independente de tudo que disse no decorrer desse texto muito bem feito…
    Sim Wellington Menezes é tudo o que você disse no 1º paragrafo.

    • Seria Wellington Menezes ou os seus atos?

      Não discordo do fato que aconteceu seja abominável e peço a Deus que nunca se repita. Mas eu tenho familiares com esquizofrenia e sei como é uma pessoa que se encontra fora da realidade e de seu estado mental sadio. É dificil, triste e, sem ajuda, o problema só piora.

      Não digo, claro, que todos os esquizofrenicos sejam monstros assassinos, pelo contrario, a maioria deles podem e devem ser ajudadas para conviver normalmente junto a sua familia, coisa que Wellington aparentemente não teve.

  16. atos fracos e idiotas sao cometidos por pessoas fracas e idiotas… nao existe bem nao existe mal…o mundo é cinza… cada um ve a cor q qr ver

  17. Malz, mas não gosto dele de qualquer forma.
    Eu odeio imaginar o desespero que uma pessoa passa quando algo/ alguem vai eminentemente tirar a vida dela.
    O dano que ele fez vai bem alem das morais que envolvem perdão, existentes na nossa sociedade. Sentir raiva de quem fez algo ruim aos membros da espécie que pertence é um instinto primal e imutavel.

    • Concordo com seu ponto de vista, também vejo o ato, o desespero e a dor causadas como ações que passam da compreensão. Mas na realidade, pouca coisa escapa da compreensão daquele que estuda, não que seja meu caso, mas psicologos conseguem juntar as peças como um quebra cabeça, onde aos poucos, acabam descobrindo o motivo e os porques, como um detetive ao investigar um caso.

  18. Nossa…. achei que não ia encontrar alguém q pensasse como eu…
    Concordo com tudo que vc disse. Ninguém parou pra pensar nos
    sentimentos daquele homem, claro q isso não o livra da sua culpa,
    mas, essas comunidades idiotas q ficam xingando não tem nada a
    ver, afinal, ele nem tá aqui mais pra ser prejudicado com ironias…
    Acho que pagar com vida pelo crime, já é uma grande punição e só
    Deus pode julgar…

    • Me conforta pensar que ele pagará pelos seus atos e que a lei dos homens não serão utilizadas. A lei do homem é falha, só ver o governo.

      AS comunidades de ódio não trazem NADA construtivo, nada mesmo, apenas aumentam ainda mais esse sentimento negativo.

      Fico feliz em saber que, cada vez mais, as pessoas estão acordando para essa realidade.

  19. ahhh bixo vcs soh podem ta de brincadeira. quero ve se esse fdp tivesse assassinado um filho seu ou um irmao se vc iriam estar flando isso dele, q a culpa eh na verdade da sociedade!!!
    soh pode seer brincadeira mesmo!!
    não que seja certo o bulling mais quem nao aguenta e sofre com ele nunca na vida que vai conseguir infrentar o mundo!

    • Posso lhe dar dois exemplos, se a vitimia fosse minha filha e se Wellington fosse meu filho:

      Se eu fosse pai de uma das vitimas, eu trabalharia numa forma de lidar com minha perda (provavelmente fazendo grupo de apoio com os pais das outras vitimas) e procuraria uma forma de impedir que mais dor seja causada e mais vitimas caiam nas mãos de atos como esse. Não iria no orkut ou na televisão dizer que ele era um “fdp” monstro etc… Pelo contrario, se me dessem espaço, diria exatamente o que escrevi aqui.

      Se eu fosse pai dele, provavelmente isso não teria acontecido. Digo isso sem medo. Porque uma pessoa só precisa de amor e carinho, cuidado e afeto. Uma familia que deixa o filho ser enterrado como indigente nem mesmo merece ser chamada de familia.

    • Posso lhe dar dois exemplos (que já dei anteriormente), se a vitimia fosse minha filha e se Wellington fosse meu filho:

      Se eu fosse pai de uma das vitimas, eu trabalharia numa forma de lidar com minha perda (provavelmente fazendo grupo de apoio com os pais das outras vitimas) e procuraria uma forma de impedir que mais dor seja causada e mais vitimas caiam nas mãos de atos como esse. Não iria no orkut ou na televisão dizer que ele era um “fdp” monstro etc… Pelo contrario, se me dessem espaço, diria exatamente o que escrevi aqui.

      Se eu fosse pai dele, provavelmente isso não teria acontecido. Digo isso sem medo. Porque uma pessoa só precisa de amor e carinho, cuidado e afeto. Uma familia que deixa o filho ser enterrado como indigente nem mesmo merece ser chamada de familia.

      Esse argumento de se a vitima fosse meu filho eu não pensaria assim, está equivocado. Para dar um exemplo de vida, eu sofri um acidente de moto, onde o motorista que me acertou estava errado. Mas após ele explicar seu caso, eu vi que ele estava com problemas pessoais e muito concentrado nesses problemas que se distraiu. O que eu fiz? Nem o mandei pagar o pequeno dano na moto, apenas disse para tomar mais cuidado e tudo se resolveu.

      Esse exemplo, claro, não chega perto do exemplo de morrer ou ter um ente querido morto, mas se todos nós fossemos mais compreensivos e amorosos, eu lhe garanto que muitos problemas não passariam de um mal entendido e “monstros” como Wellington não iriam surgir em nossa sociedade.

  20. eu nunca fui de comentar em blogs,sites e afins,mas dessa vez nao me contive

    parabens,otimo post
    perfeita a sua visao sobre a sociedade
    esses dias atras eu escrevi uma redaçao sobre um tema similar,e me identifiquei muito com o seu modo de pensar

    muitos vao criticar,vamos discutir muito ainda..
    e sendo sincero,isso nunca vai acabar ..

    • Fico feliz em saber disso, e obrigado pelos elogios.

      Mas sabe, prefiro não desistir e sempre lutar por algo melhor. Se cruzarmos os braços e pensarmos que isso nunca vai mudar, então não teria motivos para mim, ou você no caso da sua redação, de discutirmos e tentarmos abrir os olhos e convidar a reflexão para uma maior compreensão da realidade.

      Felipe, ainda que não acabe, ao menos vamos tentar amenizar e diminuir o número de vitimas que a sociedade insiste em fazer cada dia que passa.

  21. pois é,e parabens,de novo por sua força de vontade e esperança de mudança da humanidade..
    ouvir,ler pessoas que pensam desse jeito,desperta em mim também uma idéia diferente da antes mencionada,de nao ter esperança da evolução da humanidade

    o seu blog,com tantos comentários,elogiando,criticando e principalmente questionando o seu modo de pensar,é um grande passo para essa mudança.

    façamos a diferença!

    ”sem limites, faça expansão e amplie a sua visão”

    • Isso mesmo!

      Devemos usar nossas ferramentas, seja a arte, a musica, um blog, um discurso, um desenho, para mudar o mundo, as pessoas, a humanidade em sí, para melhor.

      Imagine se a midia se concentrasse nisso? Em formar opiniões e caraters concretos. Imagine uma reportagem onde analisasse os dois lados do ocorrido e lutasse por melhoras!

      O problema é a comodidade, mas isso já começou a mudar.

  22. seria gratificante,sem duvidas..perceber que a revolução está sendo feita de uma forma menos violenta,usando o poder que a mídia tem para fazer o bem,sem a ganancia..

    com certeza a mudança já está sendo feita.

  23. Parabéns Demétrios!

    Muitas pessoas públicas pensam assim, mas não falam por medo de manchar sua imagem, pois muitas crianças morreram.
    Fico triste pelas mortes, tenho um filho de 7 anos. Acho que pais sentem mais quando se trata de mortes de crianças, mas também tenho pena desse sujeito que tinha problemas, sofria bullying, era rejeitado pela sociedade e não tinha ninguém para ajudá-lo. Sua mãe adotiva morreu há um ano e meio e ele ficou totalmente só e com problemas mentais etc

    Nunes

    • Tem algo útil a acrescentar? Não? Então não comente.

      Você ao menos chegou a ler o texto? Ao que parece não.

      Postar isso é liberdade de expressão, postar isso é necessário para nossa sociedade e se você tiver interesse, leia os comentários e você saberia o que eu faria se fossem meus filhos.

  24. Vc só pode ta de brincadeira, né? Coitadinho, se ele tivesse vivo você levaria ele pra sua casa e passava a mão na cabeça???Acho que não…Esse negócio de culpa da sociedade, etc é tudo balela..não tem justificativa nenhuma ele ter feito isso, seja problema social, psicológico, nada justifica….ainda bem que ele morreu, pois se ele tivesse vivo pessoas como você não deixariam ele ser preso, os tais direitos humanos iam fazer ele ficar fora da cadeia, tenho certeza absoluta disso…chega de ficar livrando esse tipo de bandido, quantos por ai estão soltos, por isanidade mental, etc…bandido bão é bandido morto!!!

    John Cleiton-SC

    • Entendo seu ponto e pensava assim a muito tempo atrás. Mas de que adianta matar o bandido, prender o bandido ou defender direitos humanos desses mesmos bandidos?

      Existe uma necessidade de não mais olhar para o problema, mas para a raiz do mesmo. Imagine o seguinte, você mata o ladrão hoje, manhã nasce mais cem.

      Assisti uma reportagem, até comentada nesse blog, onde uma criança (atenção, criança) diz o seguinte: “Num adianta matá não dona, se eu morrê, vai e nasce otro”

      Olha o pensamento que as crianças já são impostas nas favelas! Isso seria evitado com educação, com uma politica de bem estar social e etc…

      Pessoas como eu deixaria sim ele ser preso, uma pessoa com problemas mentais desse nivel não pode conviver em sociedade, e muito menos numa prisão. Defenderia a ideia dele ser tratado e etc, não de “levar ele pra minha casa”.

      Para concluir essa ideia, em Chicago o aborto foi liberado. Vinte anos depois, o crime foi reduzido em 40% graças a essa iniciativa.

      John, o ser humano não nasce mal, se torna mal.

  25. Sensacional seu texto cara! Faço de suas palavras as minhas. Inclusive, já copiei e colei no meu e-mail e estou repassando para outras pessoas. Abraço irmão!

  26. Poisé amigão respeito sua opinião. Mas eu infelizmente não consigo engolir uma coisa dessas.
    Não se se você já viu o video que ele fala o que vai fazer, no meu ver o cara não vale nada mesmo. veja é tudo muito bem planejado, não foi um surto psicótico, ele fala que a sociedade é covarde, mas e ele não pensou na covardia que fez:
    http://g1.globo.com/videos/rio-de-janeiro/v/video-gravado-por-wellington-revela-mente-doentia-do-assassino-de-realengo-rj/1483408/

    Abraço

    John Cleiton-SC

    • Não fui um surto psicotico, isso é certeza. Mas tambem não foi uma atitude normal.

      Eu já tinha visto o video e eu concordo que ele planejou e etc. Mas o ponto é que ele planejou tudo isso, ao meu ver, porque era a unica saída que ele encontrava, a unica forma de lidar com seus problemas.

      Ele era doente, sua mente não era doentia, era doente. E eu queria ver o video inteiro, não só as que a globo acha interessante passar.

  27. Quem nunca sofreu abuso, bullying ,jamais entenderá. Eu não aprovo a atitude dele, mas entendo a revolta de sofrer anos e anos de humilhaçoes, ser massacrado por agressões fisicas e/ou verbais, de ter sua auto estima destruida, de se sentir completamente sozinho, sem ter a ajuda de ngm, e muitas vezes quem DEVE ajudar, tbm ri das brincadeiras.
    Os pais nao educam seus filhos, permitindo q muitos deles se tornem abusadores, seres humanos cruéis; e entao o governo coloca detectores de metais nas ecolas para resolver o problema. Mas enquanto houver abuso, haverá massacre.
    Nao estou fazendo apologia ao massacre, longe disso, mas ele nao cometeu esse crime sozinho, todos que abusaram dele, e tornaram ele a pessoa q ele se tornou tbm tem responsabilidade. “O HOMEM É FRUTO DO MEIO” – Sócrates.

  28. Prezado Ari Demétrios:

    Essa cultura do “Presentismo”, da valorização do consumo, da celebração do individualismo, dos controles mínimos, do hedonismo, da desintegração dos laços familiares, da falta de perspectivas pessoais e profissionais, dessa concentração de renda perversa, dentre outros fatores, não pode gerar senão, conforme Hobsbawm, declínio da civilidade e crescimento da barbárie. Diz ainda o mestre: “A violência atual tem íntima relação com a história do século XX, levando-nos a habituar com o desumano e aprendermos a tolerar o intolerável. Reflete a desintegração social e política, o crescimento da barbárie, expressa na perda de referências e valores”. Wellington Menezes é homem em ato; não é metafísica. Ele é peça do relógio quebrado da estultícia humana. Valeu!!!

  29. desculpa mas de vitima ele nao tem nada, nao vem com esse papo de ser adotado, isso é hipocrisia pura e dai que foi adotado, vitima de distúrbio psicológico vitima de bulyng tudo isso papo furado ele era e sempre vai ser um fracassado um monstro cruel e covarde pq ele nao matou quem fez isso com ele , como todos eles sao covardes entrar armado com intenção de matar pq ele executou as crianças, ele mandou elas ajoelhares e atirou isso é execução .. o idiota nos videos defendendo ideais terroristas sem fundamento nenhum pq ele nao tinha inteligência pra entender anos de conflito no oriente médio, de vitima ele não tem nada , é so um fracassado e tolo… se fosse meu filho la eu amaldiçoaria a alma dele até o infinito dos tempos, e defender o ponto de vista dele é ser tão tolo quanto ele, hj os filhos estao criados de forma muito errada ao meu ver, nao tem disciplina os pais esta tudo muito livre acabando com os reais valores, e se vc prega amar o proximo nao julgar ele como adotado deveria ser grato por uma familia recolher ele quando seus pais nao puderam ou nao quiseram cria-lo.. entao com todo devido respeito a sua opinião vc esta equivocado quanto ao fato de ele ser vitma espero que nunca ocorra com sua familia mas se tiver um dia quero ver vc manter suas ideias.

    • Você não vê que, apoiando essa ideia de ódio, você apenas gera mais ódio? Por exemplo, acredito que se ele fosse seu filho, talvez você teria dado mais atenção, carinho, um lar, um psicologo.

      Não estou dizendo que ele foi o que foi por ser adotado, longe disso. Conheço pessoas adotadas que são maravilhosas, incríveis e amáveis. Uma das pessoas que mais amo é adotada.

      Entendo seu ponto Bruno, onde diz que ele não tinha inteligência para entender, e provavelmente isso é verdade. E concordo também que defender ele ou seus ideais é loucura.

      Eu também espero Bruno, que nunca ocorra na minha familia, mas pode ter certeza que manterei meus ideais e minha moral, pois é por elas e pela humanidade que parei, pensei e analisei o fato para escrever esse texto. A propósito, espero que nunca ocorra mais em familia nenhuma, e esse é o principal motivo desse post, de acordar as pessoas para a realidade o acontecido.

  30. Algo interessante no fim do filme Batman O Cavaleiro das Trevas foi ele dizendo que não adiantaria existir um justiceiro se as pessoas não mudam a mentalidade, não vão atrás da raiz do problema. Assim, vão continuar surgindo mais.

  31. Era só o que me faltava… um monte de bla bla bla de desculpas pra defender o ponto de vistA desse DOIDO ASSASSINO!!!!
    POR MAIS QUE ELE TENHA RAZAO EM PENSAR DAQUELA MANEIRA, OU TRAUMAS, NUNCA, MAS NUNCA JUSTIFICARÁ O QUE ELE FEZ COM AQUELAS CRIANÇAS… POIS ALEM DE 12 ESTAREM MORTAS… VARIAS OUTRAS FICARAM OU FICARÃO TRAUMATIZADAS… TRAZENDO FUTUROS DISTURBIOS, GERANDO MAIS DOIDOS… ENTAO O QUE ESSE F. D. P. FEZ FOI DESENCADEAR UMA CORRENTE PARA OS DOIDOS VARRIDOS TOMAR COMO EXEMPLO A ATITUDE QUE ELE TEVE… COM DESCULPAS ESFARRAPADAS DE NAO TER APRENDIDO A CONVIVER COM UM MUNDO CRUEL ELE QUIS DESCONTAR EM INOCENTES…
    NUM É PORQUE EU TENHO UM TRAUMA QUE EU VOU SAIR NUM SHOPPING ATIRANDO EM UM MONTE DE INOCENTES….
    CADA UM SABE O QUÉ É CERTO E ERRADO…
    SE VOCE CONCORDA COM O QUE ELE FEZ É PORQUE VOCE É MAIS UMA PESSOA COM O PARAFUSO SOLTO!

    AGORA TE PERGUNTO: VOCE ACREDITA EM JESUS?
    APOSTO QUE VOCE TEM UM MONTE DE BLABLABLA PRA EXPLICAR QUE ELE NAO EXISTIU NAO É VERDADE?

    • Você chegou a ler o texto? Eu disse claramente que não apoio Wellington e muito menos o defendo. Eu não defendi o ponto de vista e meu “bla bla bla” não é para dizer que ele foi um coitado, mas para mostrar que o problema não é ele em si, mas a cadeia de eventos que transformou o ser humano Wellington no que você provavelmente hoje chama de monstro.

      Talvez se convivesse com pessoas esquizofrênicas, não seria preconceituoso ao ponto de chamar de doido varrido essas pessoas que carecem de atenção especial.

      Se eu acredito em Jesus?
      Sim, claro. O grande mestre, aliás, pregava amor e perdão. Pregava tolerância, pregava amizade, carinho. Coisa que nesse mundo, nós atualmente nos negamos a expressar.

      Agora eu te pergunto, você segue o que Jesus disse?

  32. Suas palavras foram maravilhosamente colocadas, ao decorrer dos dias so vemos coisas com hostilidade e é muito dificil ver a ignorancia das pessoas, a falta de educação ou até mesmo de sentimentos, o Wellington ja não estava normal faziam meses, nos videos vendo a forma como o rosto dele estava , o modo de falar, pra quem sabe entender ver que realmente ele estava precisando de ajuda…Pior foram os familiares adotivos que ao vez de abandona-lo ao ver que ele estava toltamente se fechada após a morte da mãe adotiva, podiam ter ajuda-lo..Isso talvez poderia ter sido pausado, a dor poderia ser menor…Me doi mt ver essas comunidades, eu logico não apoio o fato cometido…Maaas condeno a atitude da sociedade isso é pra ter mais atenção com pessoas depressivas ou fechadas igual a ele.

    • Vai uma pergunta, de que adianta criar comunidades de ódio? Apedrejar a casa da familia? Pichar os muros?

      Não seria melhor todo esse empenho em fazer nossa presidente cuidar da saude mental dos brasileiros?

  33. Parabéns cara,
    é bem isso que as pessoas precisam saber,
    todos deixam enfluenciar pela tv,
    nesses novos tempos, todos tem cabeça pequena.

  34. Também sou imparcial mas nada justifica matar. Já pensou se todos os doentes mentais saíssem matando (não era só ele que estava sociedade, mas vários, e que nem sabemos). A sociedade tem culpa sim, mas quem é a sociedade?!

    • A sociedade somos nós.

      Todas as pessoas que tornaram Wellington em um monstro também poderiam ser consideradas culpadas.

      Concordo que o assassinato é um ato hediondo e não há justificativa nesse mundo justifique isso.

      E se todos os doentes mentais se tornassem assassinos, bem, acredito que haveria um pequeno apocalipse.

  35. A Sociedade matou as 12 Crianças e um atirador. O Brasil está se tornando uma fábrica de pessoas traumatizadas, está mais que provado que crianças expostas a violência tem grande chance de se tornarem Piscopatas, Seriais Killers e por ai vai, agora eu pergunto, O QUE MAIS TEM NO BRASIL? VIOLÊNCIA, DESRESPEITO E FALTA DE ATITUDE. Isso é como uma bola de neve, vai piorar aos poucos até chegar um dia que o Brasil não possa mais ser chamado de NAÇÃO, se é que ainda pode ser chamado assim.

    Não foi ele quem queria ser transformado em monstro, quem queria criar um monstro foi a sociedade e todos que viram injustiças e fizeram injustiças e nunca fizeram nada, olharam para o outro lado por que era mais fácil.

    O Brasil tem um sistema SUS que está próximo do fim, uma policia completamente despreparada e o ensino meu deus só ganha da Africa, e o governo? este come do bom e do melhor.

    Mas o Brasileiro foi programado para falar coisas ruins dos EUA ou qualquer outro País. fale dos crimes no brasil eles respondem “MAS NOS EUA TAMBEM TEM” fale de impostos “MAS NA ALEMANHA TBM TEM” que se dane se la tem. Nos EUA Miami que e o local mais perigoso as mortes chegam a 8 por semana. AQUI Só em uma cidade passa dos 20 por dia. mas que se dane os que morrem nos EUA são mais fortinhos então contam por 2.

    O FUTURO DA NAÇÃO SE APAGA AO SOM DOS VENTOS. ACORDA BRASIL ANTES QUE SEJAMOS UM HAITI.

    • O povo do Brasil foi alienado, programado, para só ver a realidade do aqui e agora, alienado a pensar que essa violência, corrupção e dor é normal, que tem em todo lugar, que podemos conviver com ela.

      Precisamos é unir nossas vozes e reganhar o controle de nossas vidas, de nossas mentes e das nossas almas.

      Lutar pela sanidade de nossa familia, amigos, comunidade, sociedade… Da humanidade.

  36. Boa noite! Concordo plenamente contigo. Soube expressar exatamente o que “ele” diria, se assim o pudesse. Digo isto porque sofri dessa epidemia q ´sempre existiu e ninguém faz nada… a perseguição por grupos dessa humaninade cruel e preconceituosa. Sofremos por ser gordo, magro de mais, preto, branco, pobre, baixo demais, alto demais, quieto demais, extrovertido demais e até as crianças já fazem essa perseguição com as outras. Quantas vezes não quis dar uns bons tiros nas pessoas que me “zuavam”, quantas vezes na minha mente perseguida eu não planejava maldades com as pessoas q me martirizavam… Bem, a diferença entre eu e Wellington é exatamente a q vc descreveu, exceto pelo fato de minha mãe não ser adotiva mas, é evangélica, mas sempre me deu espaço para q pudesse fazer minhas escolhas e quando surgiu meus primeiros sintomas de desarranjo emocional (onde até tentei me matar para não ferir ninguém), ela soube me levar a tratamento. Hj, agradeço muito a Deus pela família linda q tenho e o sucesso q tive em minha vida. Desculpe pelo tamanho do comentário mas, pela primeira vez depois dessa tragédia, alguém finalmente conseguiu dizer algo q realmente vale a pena e seu me sinto aliviada por isso… Obrigada!

    • Tatiane, eu que agradeço pelo seu cometário e obrigado por compartilhar conosco a sua história. É um ótimo exemplo para quem ainda vem no blog e perde o tempo fazendo comentários de ódio e o mandando para o inferno.

      É totalmente nocivo o comportamento das crianças e adolescentes, perseguições são comuns nessa fase. Sempre fui taxado de branquelo, esqueleto e raquitico.

      Ainda bem que essa fase passou, e me tornei o que sou hoje, um lutador contra essa crueldade.

  37. Cara, apesar de toda a tragédia, também refleti sobre a siuação de welington. Em meu post, o Homem nasce ou ou aprende ser homem, questiono que nós somos fruto do que a sociedade construiu. Uns aproveitam as coisas boas da sociedae outros não. Precisamos estar atentos para o nosso legado. O que estamos deixando para as próximas gerações?

    link do referido post: http://dantemdetudo.blogspot.com/2011/04/o-homem-nasce-homem-ou-aprende-ser.html

  38. muito interessante, ja havia pensado pelo outro lado, mas aqui vi por primeiro uma opinião expressa publicamente sobre esse lado da historia😀

  39. Olá,
    raramente me manisfesto em comentários, mas não poderia deixar de elogiar o seu texto. É realmente uma pena que apenas uma pequena parcela da população brasileira concorde com o que foi dito, na verdade, a maioria nem mesmo entenderia o verdadeiro sentido do que foi escrito, e mesmo assim se acham capazes de julgar. Destaco o trecho em que você menciona a hipocrisia da população que espera uma grande desgraça acontecer para se denominarem solidários e sentimentais. Trabalho em uma Vara Criminal, presencio frequentemente o horror, o pior do ser humano, e posso afirmar com toda certeza que a ausência da sociedade na busca pela resposta da justiça é um fato, mas se fazem chocados quando o caso é relatado na imprensa. Sim, são hipócritas, mas não devemos culpa-los, são apenas frutos dessa nossa sociedade.
    Um abraço, meu caro.

    • Olá e obrigado por compartilhar sua experiência conosco.

      O que me dói é saber que igual a tantos casos, esse é mais um que, daqui uns meses, ou talvez até mesmo daqui uns dias, vai cair no esquecimento. Igual ao caso Isabela e tantos outros. VIra assunto do momento, prende bandido, mata bandido, tudo resolvido. A população fica com aquela sensação de justiça feita e pronto.

      Mas só isso não adianta, só tenderá a se repetir. E espero sinceramente, que nunca se repita.

  40. Midia fez o sensacionalismo o povo ve a tv e pré julga o individuo
    claro, não justifica o fato dele entrar no colegio e sair matando
    mais nao esquecemos que oque nosso colega Demetrios postou está correto.
    a sociedade modela o homem, tem controle sobre ele
    um exemplo é a mulher querer sempre seguir a moda poq???
    isso já é uma manipulaçao do meio externo( sociedade) com o individuo.
    Existe sim doenças psicologicas e muitas delas se deve a interaçao do individuo com o meio.
    por isso como academico de psicologia fico feliz em saber que existem pessoas dispostas a enxergar a realidade por traz dos bastidores
    PARABENS PELA MATÉRIA.

    • Obrigado Leonardo.

      Um dia a população não aguentará mais e nesse dia, finalmente iremos cortar o mal pela raiz.

  41. Nossa cara, parabéns pelo seu depoimento, que Deus te abençoe, pois você é uma ponte de sabedoria e discernimento, continue sempre do lado da verdade, que pena nesse país tenham poucos igual a você.

  42. Parabéns pelo seu texto ,ele foi bem observado.
    E tbm vc é umas das poucas pessoas que deixam o “odio” de lado e vai saber a outra versão da historia que mtos ocultam.
    eu tbm estava a procura de informaçoes sobre a vida dele ,para saber
    o que leva alg a fzer isso.
    Pq eu entendo um pouco a situaçao dele ,ainda mais se tratando de “bullying” que ja sofri e a pior todos o isolamento.
    Mas parabens pelo seu texto e concordo em tudo que vc falou.A sociedade precisa mais de pessoas que nem vc ,e nao daqueles que incentivam o odio.

  43. CONCORDO COM VCS TODOS, É ISSO MESMO. PRA FALAR VERDADE MESMO O QUE MAIS ME IRRITA É A FAMÍLIA DELE…NÃO CONSIGO ENTENDER COMO NINGUEM O PROCUROU NESSES SEIS MESES EM QUE ELE VIVEU SO E ATORMENTADO LA NA CASA DE SEPETIBA. EU ACHEI QUE ESSES IRMÃOS DELE FORAM MUITO ALHEIOS MESMO. NINGUEM DELES FOI CAPAZ DE AJUDA-LO….JA PARARAM PRA PENSAR?TEM SENTIDO…

    • PENSANDO BEM OS VERDADEIROS CULPADOS DISSO TUDO FORAM OS EX COLEGAS DE SALA DELE MESMO. MASSACRARAM DEMAIS ESSE CARA, PENSA BEM….AS MENINAS TAMBEM FIZERAM COISAS TERRIVEIS…TUDO ISSO JUSTIFICA SIM ELE TER SE TORNADO UMA PESSOA DOENTE, REVOLTADA E TUDO MAIS.

  44. concordo com vc Demétrios! pela carta notasse que ele era uma boa pessoa quando fala da mãe e dos animais entre outras coisas. e wellington foi vitima também!! ñ tenho dúvida disso. se ele tivesse tido alguêm de verdade ao lado dele e ñ aquela familia covarde que nem quis enterrá-lo talvês isso ñ tivesse acontecido. Oro para que seu espirito possa encontrar a paz.

  45. monstros estão escondidos nesta sociedade podre em que vivemos,
    gente engravatada que mata por um pedaço de terra, outros assassinos covardes que tiram o pão de cada dia de crianças inocentes.. por outro lado fica muito facil criticar esse rapaz. que sofreu abusos discriminação
    na escolas por seus colégas de classe como muitas outras crianças ainda sofrem; vejo crianças serem espancadas no terminos de suas aulas por gangs de meninos e meninas e ninguem faz nada a respeito a policia e os orgãos governamentais ñ perdem tempo com isso p eles custa caro tomar uma providencia.. e com isso estão sendo criado muitos outros (Wellington Menezes de Oliveira) pq enquanto existir essa sociedade covarde q da as costas a uma situação tão visivel e tragica como essa em que essas crianças vivem hj existira sempre uma alma perdida como a desse garoto,e o mais engraçado de tudo isso é que… se um menos infrator agredir seu filho ele fica impune os pais ñ tomam conhecimento e muitas das vezes se tomam não fazem nada a respeito ai quando um pai se revolta por não aguentar ver seu filho sofrer tais abusos e toma uma atitude ele vai preso é mau elemento.. é vagabundo é monstro , é assasino é covarde enfim quando alguem resolve tomar uma atitude recebe varios nomes mais ninguem ve que os verdadeiros monstros estão sendo criados em nossas proprias casas e muitas vezes por nós mesmos, e os q não criamos a sociedade faz isso por nós. como essas crianças de hj em dia que matam espancam e ñ recebem nenhum tipo de punição e por isso estaram sempre abusando de crianças mais fracas e formando novos (Wellington Menezes de Oliveira) por isso eu digo ao invez de julgar esse rapaz as pessoas deveriam julgar a si proprio e se perguntarem…. sera q não são vcs que estão criando os verdadeiros monstros em casa? pq filhinhos de papai riquinhos matam roubam espancam e não são julgados sera q não são eles os monstros? ( bom deixo aqui meu muito obrigado por ter essa chance de expressar o q muitos sentem mais não tem coragem de dizer. e agradecer ao blog. e ao rapaz (Wellington Menezes de Oliveira) oro todas as noites por sua alma que deus o perdoe e abençoe todas as vitimas e seus familiares mais que ele encontre o descanço eterno pq ele tbem foi uma vitima. obrigada ( lhmp)

    • Achei muito bonito a forma que pôs seu comentário Lucia e fico agradecido com a sua contribuição.

      Espero que as pessoas enxerguem a realidade assim como você a vê, para que possamos enfim encontrar um ponto final nesse problema que nós mesmo criamos.

      Abraços e até o próximo post.

  46. Pingback: A televisão aliena ou informa? « Demétrios Miculis em palavras e pensamentos.
  47. Como é que um desgraçado desses tem a coragem de matar crianças inocentes que não tiveram culpa dos problemas dele?!! E ficam dizendo que ele só fez isso porque jogava games violentos. Mentira, não foram os jogos que motivaram Wellington a fazer isso, ele já nasceu um psicopata e o pior, sofria bullying na escola!! E a culpa é da sociedade de merda que só defende quem faz coisas erradas como os bullies, os covardes sem alma, nem coração que se divertem com o sofrimento das pessoas inocentes!! E o que falar do Casey Heynes? O Casey se tornou um herói ao se defender da agressão de Richard Gale(Você é um filho da puta, Richard, vá pro inferno você e os outros bullies desse mundo!!). Odeio essa sociedade de merda que é elitista e preconceituosa ao extremo, prefiro ser anti-social mesmo.

    • Realmente Saulo, a televisão e midia em geral adora apontar o dedo e culpar a primeira coisa que eles não conhecem e dizer que foi a causa de toda essa desgraça. Apenas discordo que ele tenha nascido psicopata, afinal, existem psicopatas que conseguem viver em sociedade, tiveram um ambiente onde eles puderam ser tratados de forma civilizada e docil. A pessoa não nasce assassina, não é da nossa natureza. Ao menos, eu acredito que não.

  48. Eu investiguei um pouco, vi alguns videos de Wellington e acho que ele fez o que fez porque estava no limite e já não aguentava mais. Wellington já deveria ter complicações mentais e ainda por cima foi vitima de bullying. Eu fui vitima de bulying desde praticamente o momento em que entrei para a escola até ao momento em que saí. Eu sei bem o que é sofrer nas mãos de bulliers frustrados. Eles acabam por destruir a mente de uma pessoa e esta chega a um ponto em que só pensa(e eu cheguei também muitas vezes a pensar) “Eu vou entrar por lá a dentro e vou matar aqueles fdp”. Wellington não morreu no massacre, Wellington “morreu” a partir do momento que esses bulliers fdp lhe destruiram a mente. Agora, eu tive e tenho apoio psicologico e um bom ambiente familiar que me premite recuperar aos poucos. Wellington, no meu ver, conseguiu, por uns tempos “afastar” esses pensamentos enquanto estava distraido, enquanto trabalhava e tinha algum contacto social, agora quando se isolou é que foi pior, começou a recordar mais, e deve ter visto assim: foi ali que a minha vida foi destruida, é ali que eu vou entrar a matar…e este devia ser o pensamento constantemente presente na cabeça de Wellington.
    Qualquer pessoa psicologicamente estavel vê que as crianças a quem Wellington tirou a vida são inocentes e não tinham culpa de nada do que se tinha passado com ele, mas no meu ver, a mente de Wellington estava tão baralhada, que ele achou que se podia “vingar” ali.
    Wellington foi vitima de bullying, não ultrapassou o trauma, e acabou por fazer asneira.
    Neste massacre todos foram vitimas, até o atirador.
    Bom post! Parabens!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s