Como Escrever: Jogar o Lixo Fora.

Algumas pessoas têm entrado em meu blog procurando material de como escrever ou sobre o que escrever, inclusive um amigo muito próximo e querido. Bem, eu posso não ser um escritor profissional e famoso, mas já escrevo a alguns anos e já tenho alguma ideia do ato de escrever, que com certeza não consiste apenas em sentar e apertar as teclas do seu teclado. A partir desse post eu estarei escrevendo pequenos artigos sobre “Como Escrever”, que vai estar na categoria de mesmo nome e estará de fácil acesso.

Em primeiro lugar, vamos a parte mais difícil, ao menos para mim. Escrever algo que não seja você.

Como Escrever: Jogar o lixo fora.

Se você é um escritor ou ao menos já tentou escrever uma historia que não seja um diário, já deve ter se deparado com alguns personagens que lembram você ou amigos, situações que lembram seu cotidiano e coisas desse gênero. O problema é que não era exatamente isso que você queria mostrar naquela cena ou com aquele determinado personagem. Acabamos por criar naquele protagonista, uma imagem de nos mesmo, naquele outro, a imagem da namorada que sempre sonhamos ou naquele outro, aquele babaca que sempre pegou no nosso pé na escola.

É um processo difícil largar esse habito de escrever sobre nós mesmo. E mais difícil ainda é combater ele. Imagine você escrevendo um livro onde o protagonista é um policial linha dura, que faz de tudo para ter o trabalho feito, mas você é uma pessoa caridosa e de coração mole. Em alguma parte do livro, pode ter certeza que você vai ver esse policial durão ajudando alguém ou perdoando um criminoso. O problema não está no escritor, em você, mas sim na vontade que temos de escrever, aquela ânsia que já falei mas vou retomar em outro post.

Uma coisa que faço é, quando eu noto que meu protagonista ou coisas assim começam a parecer comigo, eu largo o que estou escrevendo, invento qualquer conto bobo e escrevo um monte de asneira. Ah, eu briguei com meu pai? La vai o protagonista ter o mesmo problema. Isso não é bom, a não ser que seja exatamente isso que você queira. É muito melhor então você jogar o lixo fora para depois encontrar um lugar limpo em que você possa criar o que quiser, em paz.

Jogar o lixo fora é um processo chato, você vai estar escrevendo coisas como uma menina adolescente brigando com o diário, mas pense bem, é melhor você escrever isso e quem sabe até deletar, do que fazer com que seu livro de mais de três anos de trabalho pareça um diário. Então mãos a obra, porque como qualquer outra coisa, escrever requer pratica e experiência, que você só adquiri fazendo.

Comece a escrever um conto, parte de uma ideia que você sempre teve, algo simples. Ponha seus problemas em dia, faça soluções e fechamentos, crie personagens “descartáveis”, não tenha medo do resultado. Se quiser, tenha um diário, o que ajuda mas também atrapalha (principalmente se alguém acha o maldito), escreva sobre seu cachorro chato que vive latindo, sobre seu irmão que sempre te atrapalha, sobre sua solidão horrível de morar sozinho e sem amigos em uma cidade que você nem conhece. Escreva, jogue todo o lixo fora, tudo isso que quer ser escrito, e deixe que o que você realmente quer escrever apareça.

Por exemplo, estou escrevendo um livro atualmente e me deparei com dois personagens que eram a cara “cagada e cuspida” de um relacionamento que tive a vários anos atrás. Algo em mim queria, sei la, recordar ou escrever sobre ele. Pois bem, foi o que fiz, larguei meu livro, criei um mini conto de romance bobo e que parecia ter saído de alguma novela da globo. Deu certo, depois de largar aquela porcaria e deletar com orgulho, voltei a meu livro e aquele bendito casal deu certo, com o jeito certo de se portarem.

Com o tempo, fica cada vez mais raro os momentos onde você precisa largar o que esta escrevendo para jogar o lixo fora. Cada vez mais sua experiência como escritor lhe mostra um jeito de se concentrar mais, pegar aquele foco e não sair dele. Escrever um livro é algo demorado, cansativo, mas muito, muito prazeroso e recompensador. É um sonho que, se você tiver, deve ser perseguido. Mesmo que você só queria escrever, só por querer mesmo, também compensa.

Voce não precisa ter vergonha de você mesmo, porque você é o que você escreve até o momento que consegue jogar todo esse lixo fora. Se você tem raiva daquilo que você escreve, escreva outra coisa, procure novos horizontes, mas escreva.

Podemos pensar que escrever dessa forma é como tirar todas aquelas folhas secas sobre a grama bonita que tem embaixo, ou tirar a sujeira da piscina ou qualquer outra metáfora que vier a sua mente. Escreva, tenha dois livros, um que você pretende publicar e outro que não passe da sua vida mascarada, de seus sonhos e desejos que tanto gostaria de escrever. Crie uma segunda vida, mas não perca muito tempo nela, vá para lá só quando ver a real necessidade. Afinal, escrever é um ato que exige experiência de vida, quanto mais vivemos, mais temos sobre o que escrever. Por exemplo, um índio nunca escreveria uma obra de ficção cientifica como O Guia do Mochileiro das Galáxias, mas um rapaz moderno que nunca foi a guerra poderia escrever uma historia de uma batalha na segunda guerra mundial, já que temos acesso a informações, filmes e etc…

Jogue tudo que você não precisa fora, não tenha medo, você vai saber o que precisa e o que não precisa. Apenas jogue fora e deixe o que presta. Faça isso e vai ver como funciona.

Espero que tenham gostado e ajudado ao menos um pouco, até o próximo post de Como Escrever. Abraços.

Um pensamento sobre “Como Escrever: Jogar o Lixo Fora.

  1. Muito bom!
    Realmente é uma boa “sugestão” ou umaa boa ajuda, era o que eu estava precisando, muito very good…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s