Me Leia!

Me leia, pois enquanto você me lê, você não só me conhece, como também se conhece.

Somos, eu e você, parceiros nesse caminho. Estamos juntos, aqui e agora, para chegar a um ponto. Depois do ponto final, do ultimo ponto final, nossos caminhos vão se separar, mas você sempre vai carregar uma parte de mim com você, e estaremos juntos para o que der e vier. E você sabe que sempre vai poder voltar o caminho e relembrar o que passamos.

É, foram bons momentos falando nisso, momentos de alegria de tristeza, de fantasia e realidade. Mas, ei! Ainda estamos aqui, vamos aproveitar o tempo juntos, afinal, para recordar do passado só precisamos voltar algumas paginas, alguns capítulos e estaremos lá, naquele momento, para podermos revivê-lo e sentir novamente aquela sensação.

Me leia, porque eu sou como você, ser humano, feito de células, feito de carbono. Tenho sentimentos e uma alma, assim como você, a nossa diferença é que foram os meus dedos que escreveram isso, mas isso é uma parte sua, uma parte de você. Assim como uma parte de mim.

De todos nós.

Seja quando estivemos naquele carro, nós dois a alta velocidade, seja quando estivemos sobre aquele prédio, ou dentro daquele outro carro, nos sentindo apenas uma maquina. Lembra quando éramos soldados em uma guerra? Da luz da lua? Da canção que cantamos após anos? Lembra da redenção? Da esperança? Ou quando estávamos acompanhando a vida daquele rapaz, sua solidão, seus amigos e seus sentimentos… Ah, tantos momentos que passamos juntos…

Espere, não passamos?

Mas então passaremos, não se acanhe, comece a ler. Me leia! O Google sabe muito sobre mim, ele e eu também já passamos muito tempo juntos, olha, esse rapaz, esse tal de Google, ele sabe onde está tudo! Como pode? Ele nasceu com esse dom, se você precisa de alguma coisa, ele te mostra. Diz meu nome pra ele, Demetrios Miculis, ele vai te dizer bastante sobre mim, até onde me encontrar.

Ai então, como tantas outras pessoas, vamos estar em carros, guerras, em pensamentos e sonhos. Vamos lá, ver a vida de outros ângulos ou de ângulo algum, vamos só reclamar dela, que tal? Para que procurar mais longe se já estamos aqui? A vida está uma droga? Ah, que se dane! Vamos dar uma escapada, sonhar um pouco, fantasiar! Vamos ser felizes e depois voltarmos para a realidade. Se o clima estiver ruim demais, vamos extravasar! Vamos reclamar dessa vida, rir e chorar, gritar e chutar! Vamos quebrar tudo e reconstruir, o que nos impede?

Então, me leia!

Mesmo que já me conheça, me leia para se lembrar de como era quando estávamos juntos. Se não me conhece, leia para me conhecer.

Quem me conhece sabe, que me conhecendo, conhece também uma parte de si mesmo.

Acho que isso vale para qualquer pessoa, conhecendo os outros, nos conhecemos.

Mas que seja, me leia!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s